Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Andreias

Somos amigas, por vezes loucas, e temos muito para contar das nossas vidas e do nosso dia-a-dia! Com famílias, trabalhos, e tudo o resto de uma vida "normal", embarcamos em mais uma aventura: licenciatura!

Somos amigas, por vezes loucas, e temos muito para contar das nossas vidas e do nosso dia-a-dia! Com famílias, trabalhos, e tudo o resto de uma vida "normal", embarcamos em mais uma aventura: licenciatura!

As Andreias

12
Jan20

Mas afinal, quem são as Andreias?

Andreias

Sou uma das Andreias, a Andreia Pinto. Sou extrovertida, tagarela, divertida, dramática e com um coração bem grande! Tenho 39 anos, nasci na cidade de Lisboa e foi lá que cresci. Nasci numa família comum, com muitos tios e primos e quando tinha 13 anos, o meu pai virou uma estrelinha no céu. A partir desse momento, fui criada juntamente com a minha irmã, pela minha mãe e avó materna.

Aos 14 anos estudava e trabalhava a fazer babysitting aos fins de semana, nas férias e por vezes à noite. Passei assim a poder ajudar a minha mãe com as minhas despesas e a ter disponibilidade financeira para fazer coisas que não poderia se não tivesse este part time.

Aos 16 anos comecei a namorar com a aquele que é hoje meu marido, e aos 18 anos nasceu o meu irmão mais novo, aquele que me fez sentir o que é o amor de mãe sem sequer o ser.

No último ano do secundário, já só me via a querer ser independente, ganhar o meu próprio dinheiro e assim que terminei o 12º comecei a trabalhar.

Aos 24 casei-me. Tenho dois filhos, uma menina com 12 anos e um menino com 8. As “pessoínhas” mais importantes da minha vida 😊.

Em junho de 2014, no primeiro dia em que mudei de emprego, conheci a Andreia Simão. Identifiquei-me muito com ela desde o primeiro momento e desde aí tornámo-nos amigas. Chegamos à fase em que nos  entendemos com um simples olhar. Amizade verdadeira e como eu adoro esta Andreia 😊.

 

Sou a Andreia Simão, a outra Andreia 😊 Sou mais calma, divertida e quem me tira uma gargalhada por dia, tira-me parte da vida! Também tenho os meus dias em “modo besta” e em que “odeio pessoas” (acho que todos temos, mas eu faço sempre referência aos meus 😅), mas na verdade não faço mal a ninguém.

Nasci na margem sul há 33 anos, e por aqui fui ficando. A minha família é normalíssima, é pequena, mas costumo dizer que “somos poucos mas bons” (que cliché, eu sei). Os meus avós tomaram muitas vezes conta de mim, e do meu irmão mais novo, enquanto os nossos pais trabalhavam.

Há uns anos mudei-me para Coimbra em busca de um diploma (não aconteceu… vamos ver se é desta! 😁), e, entretanto, em 2014 regressei à origem quando comecei um novo trabalho, que se mantém. Trouxe comigo aquele que era meu namorado, e que em 2017 se tornou meu marido.

O meu regresso fez-me conhecer a “Pinto”. O primeiro dia de trabalho naquela nova empresa, foi também o primeiro dia dela. Mal sabíamos nós, que passados 5 anos e meio, íamos começar a partilhar com o mundo tudo o que passámos até agora, e tudo o que ainda está para vir. Ganhei uma amiga para a vida, e gosto tanto disso (e dela, claro!! 😋).

8 comentários

Comentar post

Mais sobre nós

foto do autor

Sigam-nos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D